Diiias Melhoores Virãão ;))
<
<
" Aaa door noos ensiinna a sermoos Maais fooorttees "
Joyce Suelem 15 Anos Saagittariana ,, Atleeticana Apaaixonada ;D . Pra ser sincera eu não sei bem me definir, não sei por em palavras tudo o que eu penso sobre mim. Eu sou toda errada vlh, eu dou risada na hora errada, quando to nervosa falo sem parar e fico gaguejando . Eu me irrito facilmente, sou mandona e gosto das coisas do meu jeito, quando estou com raiva eu fico quieta e não paro de balançar a perna. Tenho mil manias estranhas. Minha família é tudo na minha vida, meus amigos são os anjos que Deus enviou pra mim cuidar. Não gosto de falsidade, pessoas hipócritas me irritam, não tenho paciência pra gente forçada. Sim, eu já me apaixonei e não, eu não vou falar sobre isso. Amo ursinhos de pelúcia nossa, eu acho lindos, então se você quiser me conquistar me dê um ursinho k’ . Sou fria porque esse foi o modo que eu encontrei de não me magoar, sou chata pra caramba, sou muito educada com todo mundo, sou super-protetora, orgulhosa, teimosa, irônica, sarcástica,desajeitada e incrivelmente tímida com pessoas que não conheço. Tenho mil defeitos e muitas vezes desconfio se tenho mesmo as qualidades que as pessoas dizem ver em mim.

"A morte não é nada, meu irmão, é a vida que é difícil."

-Charles Bukowski. (via apagou)

(Source: vonese, via apagou)





Post date: 15/June/2014 as 21:21 com 35276 notes (Reblog)


"Quando eu era menino, os mais velhos perguntavam: o que você quer ser quando crescer? Hoje não perguntam mais. Se perguntassem, eu diria que quero ser menino."

-Fernando Sabino. (via oescritor)

(Source: sintoso, via oescritor)





Post date: 2/June/2014 as 13:13 com 4952 notes (Reblog)


Não vejo a hora de falar: “Porra, realizei meu sonho.”

(Source: fuckmarcio, via fuckmarcio)



Post date: 2/June/2014 as 13:13 com 24318 notes (Reblog)


Paris

Paris

(Source: christinaarza, via menino-da-noite)



Post date: 2/June/2014 as 13:13 com 266972 notes (Reblog)


"Tô me afastando de tudo que me atrasa, me engana, me segura e me retém. Tô me aproximando de tudo que me faz completo, me faz feliz e que me quer bem. Tô aproveitando tudo de bom que essa nossa vida tem. Tô me dedicando de verdade pra agradar um outro alguém. Tô trazendo pra perto de mim quem eu gosto e quem gosta de mim também. Ultimamente eu só tô querendo ver o ‘bom’ que todo mundo tem. Relaxa, respira, se irritar é bom pra quem? Supera, suporta, entenda: isento de problemas eu não conheço ninguém. Queira viver, viver melhor, viver sorrindo e até os cem. Tô feliz, tô despreocupado, com a vida eu tô de bem."

-Caio Fernando Abreu (via apagou)

(Source: desalentou, via apagou)





Post date: 2/June/2014 as 13:13 com 1620 notes (Reblog)


Se a gente colhe o que planta, coloca um sorriso no rosto, que logo ele brota na alma.

(Source: dramatizado-ra, via vivalavida-a)



Post date: 18/May/2014 as 23:23 com 1407 notes (Reblog)


"Voce não é derrotado quando perde. Voce é derrotado quando desiste"

-Paulo Coelho  (via thiaramacedo)

(Source: renunciador, via vivalavida-a)





Post date: 18/May/2014 as 23:23 com 7521 notes (Reblog)


(Source: ohhh-morena, via vivalavida-a)



Post date: 16/May/2014 as 10:10 com 27053 notes (Reblog)


"Quando tá tudo indo bem, eu sempre tenho a sensação de que alguma coisa, no fundo, tá muito errada. Sei lá, é como se um relacionamento saudável fosse impossível no meio dessa merda toda, e quando eu não posso ver os erros, eu fico com essa certeza de que estou sendo enganada. E fico procurando, investigando, revirando o mundo pra encontrar os vacilos, mentiras, motivos pra terminar. Percebe a loucura? É como se ninguém pudesse me amar e ponto, de tanto colarem o adesivo de ‘trouxa’ na minha testa, qualquer carinho me parece suspeito. Percebe a tortura? Fico oscilando entre confiar e desconfiar, querendo viver uma história leve e sempre me afundando nas minhas neuroses e cicatrizes. E homem nenhum aguenta isso, homem nenhum percorre meu labirinto até o fim. Mas como eu poderia me entregar, sem antes saber se posso ir inteira? Como posso confiar de novo, sem saber se vai ser realmente diferente? Quero alguém que rompa meus lacres, não que me lacre mais! E sigo estragando tudo, só pra não ficar pior depois. Quando eles finalmente se cansam e caem fora porque eu sou louca de pedra, eu fico satisfeita. Volto pra fossa por um tempo, sem mistérios, já conheço bem o lugar e a porta de saída. E penso “Viu, sabia que eu tava certa”."

-Tati Bernardi.   (via carencias)

(Source: auroriar, via vivalavida-a)





Post date: 16/May/2014 as 7:7 com 26419 notes (Reblog)


"Cometa bobagens. Não pense demais porque o pensamento já mudou assim que se pensou. O que acontece normalmente, encaixado, sem arestas, não é lembrado. Ninguém lembra do que foi normal. Lembramos do porre, do fora, do desaforo, dos enganos, das cenas patéticas em que nos declaramos em público. Cometa bobagens. Dispute uma corrida com o silêncio. Não há anjo a salvar os ouvidos, não há semideus a cerrar a boca para que o seu futuro do passado não seja ressentimento. Demita o guarda-chuva, desafie a timidez, converse mais do que o permitido, coma melancia e vá tomar banho de rio. Mexa as chaves no bolso para despertar uma porta. Cometa bobagens. Não compre manual para criar os filhos, para prender o gozo, para despistar os fantasmas. Não existe manual que ensine a cometer bobagens. Não seja sério; a seriedade é duvidosa; seja alegre; a alegria é interrogativa. Quem ri não devolve o ar que respira. Não atravesse o corpo na faixa de segurança. Grite para o vizinho que você não suporta mais não ser incomodado. Use roupas com alguma lembrança. Use a memória das roupas mais do que as próprias roupas. Desista da agenda, dos papéis amarelos, de qualquer informação que não seja um bilhete de trem. Procure falar o que não vem à cabeça. Cantarolar uma música ainda sem letra. Deixe varrerem seus pés, case sem namorar, namore sem casar. Seja imprudente porque, quando se anda em linha reta, não há histórias para contar. Leve uma árvore para passear. Chore nos filmes babacas, durma nos filmes sérios. Não espere as segundas intenções para chegar às primeiras. Não diga “eu sei, eu sei”, quando nem ouviu direito. Almoce sozinho para sentir saudades do que não foi servido em sua vida. Ligue sem motivo para o amigo, leia o livro sem procurar coerência, ame sem pedir contrato, esqueça de ser o que os outros esperam para ser os outros em você. Transforme o sapato em um barco, ponha-o na água com a sua foto dentro. Não arrume a casa na segunda-feira. Não sofra com o fim do domingo. Alterne a respiração com um beijo. Volte tarde. Dispense o casaco para se gripar. Solte palavrão para valorizar depois cada palavra de afeto. Complique o que é muito simples. Conte uma piada sem rir antes. Não chore para chantagear. Cometa bobagens. Ninguém lembra do que foi normal. Que as suas lembranças não sejam o que ficou por dizer. É preferível a coragem da mentira à covardia da verdade."

-Fabrício Carpinejar.  (via winerss)

(Source: oxigenio-dapalavra, via vivalavida-a)





Post date: 16/May/2014 as 7:7 com 10387 notes (Reblog)


Página 1 de 112 1 2 3 4 5 6 7 8
Theme feito por Marginal Side ©